Supermercados começam a cobrar por sacolas plásticas

Na próxima segunda-feira, dia 09 de maio, na abertura da feira da Associação Paulista de Supermercados (Apas), o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o secretário estadual do Meio Ambiente, Bruno Covas, assinam um convênio que elimina a distribuição gratuita das sacolas plásticas em todo o Estado.

Os deputados estaduais de São Paulo já tentaram pôr fim ao uso das sacolinhas plásticas em 2009. Mas as duas leis aprovadas na época foram vetadas, respectivamente, pelo prefeito Gilberto Kassab e o governador José Serra.

A medida vai pesar no bolso dos consumidores e, certamente, elevará a rentabilidade dos varejistas. Estima-se que a distribuição das embalagens custe hoje 1% do faturamento dos supermercados.

Além de pagar R$ 0,19 pela embalagem, os clientes terão de comprar mais sacos de lixos, já que muitas das sacolas são reutilizadas nas residências.

O valor estipulado pela Apas não é muito diferente do preço cobrado pelos sacos de lixo vendidos nas prateleiras dos supermercados. Uma embalagem com 50 unidades sacos para pia e banheiro (com redução de odores) custa R$ 8,55, ou equivalente a R$ 0,17 por unidade.

Fonte: Economia – IG

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*