Protesto contra aquecimento global “afunda” monumentos históricos

Eduardo Verdugo/APEduardo Verdugo/AP

Ativistas do Greenpeace afundaram imagens de monumentos históricos nesta quarta-feira (8) em protesto contra o aquecimento global. A manifestação ocorreu durante a COP-16 (16ª Conferência da ONU sobre Mudança Climática), que ocorre em Cancún, no México.

O objetivo da COP-16, que vai até 10 de dezembro, é definir um modesto pacote de medidas para diminuir o aquecimento global.

Entre os monumentos históricos afundados pelo Greenpeace estão: a Estátua da Liberdade, que fica em Nova York (EUA); o Cristo Redentor, do Rio de Janeiro; e a torre Eiffel, em Paris (França).

Segundo a agência climática da ONU, 2010 vai entrar para o ranking dos três anos com as temperaturas mais altas já registradas. Além disso, especialistas disseram na terça-feira (7) que o derretimento das geleiras na América do Sul e no Alaska está ocorrendo de forma mais rápida do que em outras partes do mundo.

Fonte: R7 – notícias

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*