Protesto contra aprovação do Código Florestal, promovido pelo Greenpeace

Representantes do Greenpeace promoveram nesta quarta-feira (21) uma manifestação no Senado contra o projeto de lei do novo Código Florestal. Está prevista para esta manhã a votação, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), do parecer do senador Luiz Henrique da Silveira (PMDB-SC).

Como foram impedidos pela Polícia Legislativa de entrar nas dependências da Casa, os manifestantes fixaram faixas no gramado da entrada que dá acesso à biblioteca. Este é o primeiro de uma série de protestos que o Greenpeace agendou para outras capitais como Belo Horizonte, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

“As mudanças propostas no Código Florestal vão contra os alertas das maiores instituições científicas do país. Se for aprovado assim, quem sai perdendo é o Brasil”, disse a representante da campanha Amazônia Greenpeace, Tatiana Carvalho. Ela acrescentou que o relatório de Luiz Henrique cria condições para aumentar “a devastação” no país.

Tatiana Carvalho ressaltou que a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e a Academia Brasileira de Ciências (ABC) já demonstraram, em estudos, que o Brasil tem 61 milhões de hectares agricultáveis. Tatiana Carvalho disse que análise do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que 75% dos alimentos consumidos pelos brasileiros são produzidos por pequenos agricultores.

Fonte: Natureza Melhor

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , , , , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>