Point Carbon estima volume do mercado de carbono norte-americano deve dobrar este ano

Com o início do período de um ano de transição para a efetivação do esquema de limite e comércio de emissões Western Climate Initiative (WCI) em 2013, análises da consultoria Thomson Reuters Point Carbon indicam que este ano as transações no mercado de carbono devem dobrar na América do Norte.

Superando a Iniciativa Regional de Gases do Efeito Estufa (RGGI, em inglês), maior nicho atual do mercado norte-americano, a WCI deve distribuir cerca de 24 milhões de toneladas em permissões de emissão de dióxido de carbono equivalente em 2012 através de leilões antecipados na Califórnia e Quebec.

“Para os mercados norte-americanos, 2012 será um ano importante, com a previsão de várias decisões políticas elementares e expectativa de volumes transacionados significativamente maiores como resultado dos leilões de permissões da WCI e aumento na atividade no mercado secundário”, comentou Ashley Lawson, analista da consultoria.

A WCI abrange grandes emissores de gases do efeito estufa e visa cortes de 15% abaixo dos níveis de 2005 até 2020. Originalmente, a iniciativa era composta por sete estados norte-americanos e quatro províncias canadenses, porém dos primeiros apenas a Califórnia continuará e é provável que Quebec seja a única do seu lado a permanecer.

Continue lendo em Instituto Carbono Brasil

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*