Painel da ONU para mudanças climáticas precisa de reformas urgentes, mostra relatório

RIO – O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, em inglês), o braço das Nações Unidas que fornece informações científicas, técnicas e sócio-econômicas sobre o meio ambiente, precisa de reformas urgentes, mostra um relatório divulgado esta segunda-feira pelo Inter-Academy Council (IAC). A instituição, que reúne diversos especialistas do mundo todo, fez uma análise detalhada dos últimos erros cometidos pelo IPCC, e concluiu que é necessário fazer grandes mudanças administrativas no órgão para evitar problemas futuros.

As críticas contra a eficácia dos dados apresentados pelo IPCC vêm crescendo desde 2007, época em que foi divulgado um grande estudo sobre mudanças climáticas que continha vários erros. Uma das principais informações equivocadas foi a declaração de que as geleiras do Himalaia iriam derreter até 2035, dado refutado por cientistas de todo o mundo. A outra, que ficou conhecida como ‘Climategate’, veio à tona no ano passado, quando um cientista do IPCC foi acusado de alterar dados sobre o aquecimento global.

Por causa destes e de outros problemas encontrados na análise, a IAC pede uma reforma estrutural no corpo do IPCC, além de modificações na forma como dados científicos são apresentados a especialistas e leigos.

O IAC também recomenda que o IPCC aponte um novo diretor-executivo. Atualmente, os diretores do IPCC podem ficar no cargo por dois termos de seis anos, um prazo excessivamente longo, segundo o relatório. O ideal seria que o diretor executivo ficasse no cargo por no máximo seis anos, pelo período de pesquisa de apenas um grande relatório sobre o clima, e depois saísse da instituição.

Fonte: Extra Online

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*