Ministra do Meio Ambiente critica proposta de alteração do Código Florestal

RIO – A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, participou nesta quinta-feira à tarde, na PUC-Rio, de um debate sobre meio ambiente. O debate “Café teológico da PUC”, direcionado para alunos e funcionários, abordou as questões das mudanças climáticas no planeta. A ministra voltou a criticar uma das propostas do deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP) sobre a reforma do Código Florestal – a anistia para quem desmatou ilegalmente até 2008.

– Quem desmatou ilegalmente não pode ser anistiado. Eles descumpriram a lei, assim como prejudicaram a sociedade – afirmou a ministra, sem citar o parlamentar.

Por falta de unidade, o Executivo desistiu de redigir um anteprojeto do Código Florestal e encaminhá-lo à Câmara, onde seria anexado ao de Aldo. O deputado está negociando diretamente com os titulares dos dois principais ministérios envolvidos no assunto – Izabella Teixeira (do Meio Ambiente) e Wagner Rossi (da Agricultura) – para receber suas propostas.

Participaram do encontro o deputado fedreral Alessandro Molon (PT-RJ), representantes da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a secretária geral do Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio), Rosa Lemos, e o geógrafo e professor Marcelo Motta (PUC-Rio).

Fonte: Extra – Globo

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*