Meio Ambiente – Sedam une forças para reduzir queimadas

Dados do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) têm mostrado que um dos maiores desafios enfrentados pela humanidade nos últimos tempos é a mudança planetária do clima. Grande parte dessa mudança é causada pelo aumento de gases que provocam o aquecimento exagerado do planeta, resultado dos desmatamentos sem controle, queimadas e incêndios florestais.

Preocupado com o problema, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), através da Coordenadoria de Educação Ambiental começou a discutir com o Comitê Estadual de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais de Rondônia, ações de combate às queimadas. O grupo voltou a se reunir nesta quinta-feira (28) às 9h, na Coordenadoria de Educação Ambiental da Sedam.

De acordo com a educadora ambiental da Sedam, Maria Rilmacy Leandro, em Rondônia os focos de calor apresentados nos últimos anos denunciam um cenário que ilustra a dimensão do problema. “Daí a necessidade de articulação de todos os setores e segmentos sociais na busca de promover a educação ambiental, de modo humanizado objetivando a sensibilização dos rondonienses, bem como intensificar fiscalização e o investimento em alternativas ao uso do fogo”.

O Comitê é formado por 31 órgãos e entidade governamentais e não-governamentais. São eles, o Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Sedam, Batalhão da Polícia Ambiental, Delegacia Especializada de Crimes Contra o Meio Ambiente, Sistema de Proteção da Amazônia, Ibama, DER, Delegacia Fluvial de Porto Velho, Base Aérea, Incra, Secretaria de Estado da Agricultura, Promotoria de Justiça do Meio Ambiente, Emater, Eletronorte, Embrapa, Associação Rondoniense de Municípios, Caerd, Federação dos Trabalhadores na Agricultura, Grupo de Trabalho Amazônico, Federação dos Agricultores e Produtores de Rondônia, CPPT/Cuniã, Organização dos Seringueiros de Rondônia, Coordenação da União das Nações e Povos Indígenas de Rondônia, Centro Regional de Vigilância, Universidade Federal, Funai, Articulação Central das Associações de Ajuda Mútua, Agência de Defesa Agrosilvopastoril, Delegacia Federal de Agricultura e Ceplac.

Fonte: rondoniadinamica.com

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*