Medalha ecológica é entregue para destaques na preservação do meio ambiente

A entrega da Medalha Ecológica 2011 foi realizada no dia 10 de junho, no Centro Municipal de Exposições (Cemex), em Porto Feliz. O evento faz parte da programação da Semana do Meio Ambiente., e a honraria foi criada com objetivo de homenagear pessoas, empresas, instituições e projetos que se destacaram na preservação do meio ambiente.

Pessoas Físicas

Na categoria “Pessoa Física”, foi agraciado com a Medalha Ecológica, o casal paulistano André Mencaroni e Marcela Maniero, que possuem uma propriedade na área rural de Porto Feliz e destacam-se pela atenção dedicada aos cães abandonados nas estradas. De acordo com a diretoria de Meio Ambiente, Mencaroni e Marcela são “militantes da posse responsável”: recolhem os cães, dão banho, alimentação e encaminham os animais para que sejam castrados, colaborando com a diminuição da superpopulação de cachorros abandonados e situações de maus-tratos. Atualmente, são parceiros do Centro Municipal de Zoonoses, doando produtos para manutenção do local.

A funcionária pública aposentada Carmem Suely Romano foi outra homenageada. Carmem é ambientalista, membro do Conselho Municipal de Meio Ambiente desde 2005 e trabalha para sensibilizar os administradores e demais lideranças dos municípios sobre a importância da preservação, controle e gestão do meio ambiente.

O professor e prefeito Cláudio Maffei também recebeu a honraria. Formado em História e com 20 anos de trabalho no magistério, o prefeito foi citado como “defensor do valor histórico, cultural e ambiental do Parque das Monções”. Seu ato de apoio à Floresta Nacional de Ipanema no ano de 1986 – contra a instalação de Aramar – também foi lembrado no evento, além de ações na área ambiental durante sua gestão em Porto Feliz.

Instituições Privadas

Na categoria “Instituições Privadas”, as homenagens foram destinadas à Lanxess, Fibra-Tech e Academia Traffic de Futebol.

Em 2010, a Lanxess desenvolveu o projeto Ciclo Verde em Porto Feliz, um concurso ambiental que investiu R$ 40 mil em projetos voltados para as áreas da reciclagem, economia de água, educação ambiental, entre outros. No total, 28 projetos foram apresentados e quatro deles foram selecionados.

A Fibra-Tech atua na fabricação de feltros e mantas agulhadas para a linha automobilística. A contribuição para o meio ambiente está na base de seus produtos, que originam-se de fibras recicladas e naturais.

Já a Academia Traffic destaca-se pelo processo de tratamento da água realizado no centro de treinamento. A água das chuvas, da irrigação dos campos e da limpeza das vias é tratada e reutilizada. Além disso, a academia utiliza fontes naturais de energia, como a solar.

Setor Público, ONGs, Associações e Grupos

A Escola Municipal Vilma Fernandes Antonio, localizada no Jardim Vista Alegre, recebeu a Medalha Ecológica pelas ações desenvolvidas anualmente voltadas à proteção do meio ambiente, como plantio, criação de horta orgânica, palestras aos pais, festa junina com reaproveitamento de materiais, entre outros. Em 2010, a escola construiu uma árvore de natal ecológica.

A medalha foi concedida também ao projeto Iluminatal Sustentável, realizado pela Prefeitura de Porto Feliz através Secretaria de Desenvolvimento Social e Sustentável em parceria com a Associação Comercial e Empresarial, Fundo Social de Solidariedade, empresa Sid-Nyl e grupo República Produções. Através dessa iniciativa, a decoração natalina do município foi produzida com materiais recicláveis: foram confeccionadas 45 peças com garrafas plásticas, representando os símbolos do Natal, como anjos, renas, bonecos de neve, estrelas e sinos. A decoração se concentrou na praça Doutor José Sacramento e Silva (Matriz). Receberam a homenagem a primeira-dama e presidente do Fundo Social, Patrícia Rosa Maffei, e a artista plástica Valéria Figueiredo.

A mesa de autoridades foi formada pelo diretor de Meio Ambiente, Paulo Ricardo Bassul; pelo presidente da Câmara Municipal, Roberto Brandão Rodrigues; pela vereadora Andrea Nunes de Mattos; pelo presidente da Associação Orquidófila de Porto Feliz, Gilmar de Souza e pelo presidente do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Comdema), Michel Zangerônimo.

Fonte: Itu.com

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*