Mais prédios públicos de SP aderem a ato simbólico contra aquecimento

O prefeito Gilberto Kassab afirmou nesta segunda-feira (21) que um número maior de monumentos e prédios públicos da cidade terá a iluminação interrompida entre 20h e 21h do próximo sábado (26) para chamar a atenção sobre o aquecimento global. Pelo menos sete pontos turísticos da capital ficarão às escuras. É o terceiro ano que a Prefeitura de São Paulo adere à Hora do Planeta, iniciativa mundial capitaneada pela ONG WWF.

No próximo sábado, os arcos do Anhangabaú e a Biblioteca Mário de Andrade também terão a iluminação interrompida. Existe a possibilidade, ainda não confirmada, de que o Pacaembu também fique com a fachada apagada durante a noite do sábado. Como na edição anterior, também ficarão às escuras: Ponte Octavio Frias de Oliveira, Obelisco do Ibirapuera, Monumento às Bandeiras, Teatro Municipal e Mercado Municipal.

“O Brasil é um país que tem uma matriz energética muito limpa. Com relação a outros países, talvez seja uma das mais avançadas. Porém estamos em um momento especial neste ano. O mundo está consciente da importância de rever a matriz energética por conta do episódio do Japão”, disse o prefeito Gilberto Kassab.

A adesão à iniciativa foi assinada na manhã desta segunda na sede Prefeitura de São Paulo. Cidades como Sidney e Tóquio também participam da campanha.

Fonte: Globo – G1

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*