Lei coloca o Rio na luta contra o aquecimento global

Uma lei de mudanças climáticas e do desenvolvimento sustentável deve colocar a cidade do Rio de Janeiro na luta contra o aquecimento global a partir desta quinta-feira (27). O Texto prevê a redução de 20% de gases do efeito estufa na capital fluminense até 2012.

Um estudo da prefeitura em parceira com a Coppe/UFRJ (Instituto de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro), divulgado em 2010, revelou que o transporte rodoviário (carros, motos e ônibus) e o lixo são os principais poluidores do ar carioca. Por isso, a lei propõe a adoção de metas como o tratamento de resíduos sólidos e investimentos em metrô e trens.

A lei cria a figura do poluidor-pagador, que deverá arcar com os custos provocados pelo dano ambiental. A deputada estadual Aspásia Camargo (PV) assinou a autoria do projeto quando ainda ocupava uma cadeira na Câmara Municipal de Vereadores do Rio. Ela explica que a lei coloca a questão do aquecimento global na agenda da cidade, que deve contribuir para a redução dos gases do efeito estufa no mundo, ao lado de Londres, Los Angeles, Nova Iorque e Tóquio.

– A lei tem um caráter bem democrático e a população deve ser informada sobre as mudanças do clima e as suas conseqüências. Além disso, as pessoas devem aprender como cooperar na luta contra o aquecimento global.

Fonte: Noticias – R7

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*