Jornal de Beltrão – Empresa Limpebel aposta na tinta refletiva nas construções

A tinta é o toque das construções e para garantir beleza e durabilidade, as fábricas investem em novas tecnologias. Em Francisco Beltrão, a empresa Limpebel, do empresário Cassiano Cordeiro, está aplicando a tinta nanotecnologia em edifícios e residências. Em entrevista ao Jornal de Beltrão, Cassiano falou sobre a utilização desta linha de tintas. Segundo o empresário, devido à incidência solar nos telhados de casas, barracões, silos, aviários e prédios, fazer uso da tinta com refletância é a melhor solução para evitar problemas com altas temperaturas. Afinal, ela funciona como isolante térmico.

A nova tecnologia funciona para esfriar os ambientes, numa economia elétrica de até 70%. “Adotando a solução chamada de ‘cool roofs’, você passa a refletir imediatamente a radiação solar, para isso aplicamos uma tinta nanotecnológica. Sua fórmula contém nanopartículas de cerâmica cheias de ar (bolinhas de vidros com ar dentro). Essas nanopartículas têm uma espessura mil vezes menor que um grão de areia e irão trabalhar como isolantes térmicos e na refletância do calor.”

Diferencial da tinta

Conforme o empresário, um dos grandes diferenciais da tinta é que a mesma reflete 90% dos raios solares, ou seja, é até 50% superior a outras soluções e produtos similares. Cassiano comenta que o isolante térmico nanothermic é um produto sustentável, funcionando com uma espécie de camada de isolamento por reflexão. “Seu formato de tinta permite que nossa solução seja facilmente aplicada em diversos tipos de substratos, tais como telha convencional, eternit, zinco, madeira, alvenaria, policarbonato. Seu elevado índice de refletância reduz até 35% da temperatura do ambiente.”

Ele ressalta que os resultados são visíveis e imediatos. As construções comerciais que optam por este produto percebem uma melhora no rendimento dos funcionários. E é fácil entender o motivo: os ambientes ganham conforto térmico e há uma redução do consumo de energia elétrica, entre outras vantagens. “Há também a redução em até 30% de ruído de impacto de chuva, utilizando um espessura de apenas 0,25mm”, enfatiza Cassiano.

Aplicação do produto

O Edifício Iguaçu, no centro de Francisco Beltrão, está recebendo a pintura com tinta refletiva. De acordo com o empresário, o tempo de aplicação depende do material a ser aplicada a tinta. Em um telhado comum, ou seja, telhado de cerâmica, num espaço de 100 m², leva-se em torno de um dia para lavar e aplicar a tinta. “A vantagem é que a tinta pode ser aplicada com o telhado molhado, afinal, possui ótima absorção.”

Os testes realizados em laboratórios demonstram com laudos comprovados que a tinta tem uma vida útil de 15 anos. Apesar da tecnologia diferenciada, a manutenção é a mesma. “Por se tratar de um material de maior abrasividade, tem uma melhor proteção, é um material antimofo, antiácaro, antibolhas, antifungos, ou seja, não aparecerá sujeira com o tempo”, pontua Cassiano.

Custos à obra

Em relação aos preços de tinta de outras marcas, a nanotinta se equipara, afirma o empresário. Seu custo benefício vale a pena o investimento, já que o produto garante isolamento térmico, garantindo ao consumidor economia na energia elétrica (uso de menos ar-condicionado).

Tel.: (11) 4432-0180
www.nanotechdobrasil.com.br

Esta entrada foi publicada em Na Mídia e marcada com a tag . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*