Estudo divulga dados sobre a situação da água no Brasil

Agência Nacional de Águas (ANA) divulgou na última terça-feira (19) um relatório que mostra que a qualidade da água em apenas 4% de 1.747 pontos de medição é considerada ótima. Já em 9% a categoria é ruim ou péssima.

O Relatório de Conjuntura dos Recursos Hídricos no Brasil, de 2011, foi apresentado em coletiva de imprensa pela ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira e o diretor-presidente da ANA, Vicente Andreu.

Diversos lugares do Brasil foram avaliados. A pesquisa leva em consideração vários aspectos, tais como: disponibilidade hídrica, qualidade da água e gestão de recursos hídricos.

Segundo a ANA, em 4% dos pontos monitorados a água está em ótima condição, 71% boa, 16% regular, 7% ruim e 2% péssima. Os números são semelhantes a análise de 2008, porém não é possível fazer uma comparação uma vez que os pontos de medição são diferentes.

O especialista em recursos hídricos da ANA, Alexandre Lima, afirmou, em entrevista ao G1, que a água apontada como de má qualidade está concentrada nos grandes centros urbanos, como na Região Metropolitana de São Paulo, abastecida pela Bacia do Alto Tietê.

A ministra do Meio Ambiente destacou a importância do estudo para o País. “O acompanhamento e a avaliação da situação dos recursos hídricos em escala nacional pelo Relatório subsidiam a definição das ações e intervenções necessárias para a melhora da quantidade e da qualidade das águas”, afirma.

Na última década houve melhoria na qualidade da água em algumas bacias brasileiras como o Rio das Velhas, Paraíba do Sul, Grande e Tietê (Reservatório Billings – Braço do Taquacetuba), principalmente, por receberem investimentos em tratamentos de esgotos.

Os dados referentes à qualidade da água são de 2009 e só foram divulgados agora porque demoraram para serem computados. Enquanto que as demais análises foram obtidas até dezembro de 2010, mesmo assim o relatório mostra a situação mais atualizada da água no Brasil.

As informações do relatório estão disponíveis no site.

Fonte: CicloVivo

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*