Envolvimento empenhado de países pobres na luta conta o aquecimento global

Os países em desenvolvimento apresentam metas mais ambiciosas do que os países ricos, indica a Oxfam com base em estudos realizados no âmbito da nova campanha Cultivemos. A organização internacional estima que pelo menos 60 por cento das medidas anunciadas para reduzir as emissões de gases poluentes até 2020 deverão ser aplicadas por países em desenvolvimento.

Confrontados com a realidade das alterações climáticas, todos os países devem contribuir para reduzir urgentemente a emissão de gases com efeito de estufa. Porém, os países industrializados, ricos, em grande parte responsáveis por esta crise, não assumem as suas responsabilidades, lembra a Oxfam. A organização destaca que o importante não é tanto identificar quem faz mais, mas sim conjugar esforços para evitar um aquecimento do clima devastador. Deste trabalho conjunto depende a vida de muitas famílias de países pobres que vivem da agricultura.

Fonte: Fátima Missionária

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*