BASIC defende maior adesão ao segundo período do Protocolo de Quioto

A declaração final do encontro de dois dias sobre mudanças climáticas do grupo de países conhecido como BASIC (Brasil, África do Sul, Índia e China) afirma que as nações ricas devem aceitar suas responsabilidades históricas como grandes emissoras de gases do efeito estufa e se comprometer sob o Protocolo de Quioto.

“As mudanças que estamos experimentando são o resultado de emissões que ocorreram há muito tempo nos países industrializados. Nós não somos responsáveis pelo o que está acontecendo, mas estamos prontos para ajudar a lutar contra esse problema [mudanças climáticas]”, afirmou o representante brasileiro no encontro, o embaixador Luiz Figueiredo Machado.

O BASIC deseja que mais nações ratifiquem o segundo período do Protocolo de Quioto, que no momento não tem a participação dos Estados Unidos, Canadá e Japão, por exemplo. Além disso, defende que os preparativos para a sua implementação em 2013 sejam agilizados.

Sobre as últimas grandes reuniões ambientais e climáticas – que foram realizadas em países do BASIC-, a COP 17 na África do Sul e a Rio+20 no Brasil, a ministra de Água e Meio Ambiente sul-africana Edna Molewa afirmou que foram satisfatórias.

“A África e o mundo inteiro ficaram felizes com o resultado da Rio+20, que traçou um caminho para a economia verde”, disse a ministra.

O grupo também aproveitou o encontrou para criticar os planos europeus de incluir o setor da aviação no Esquema de Comércio de Emissões da União Europeia (EU ETS).

“Estamos profundamente preocupados com a continuada ação unilateral da União Europeia para incluir a aviação internacional no EU ETS […] pedimos a retirada imediata dessa iniciativa que viola o sistema de regras multilaterais e prejudica a confiança entre os países”, afirma a declaração conjunta.

Continue lendo em Instituto Carbono Brasil

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>