As plantas vão se deslocar morro abaixo em resposta ao aquecimento global, diz estudo

NOVA YORK – Em um estudo publicado esta semana, os pesquisadores da Califórnia desafiaram a suposição de que as plantas se moveriam morro acima em resposta às temperaturas mais quentes. Entre 1930 e 2000, em vez de formar colônias em pontos elevados para manter a temperatura constante, muitas espécies de plantas da Califórnia se deslocaram 79 mil metros para baixo, em média, segundo Jonathan Greenberg, professor assistente na UC Davis Center for Spatial Technologies and Remote Sensing.

— Enquanto a temperatura esquentou de forma significativa neste período, houve mais precipitação. Estas condições de umidade permitem que as plantas sobrevivam em locais mais quentes do que antes eram capazes — disse Greenberg.

Muitas previsões até agora apostavam que, com as mudanças climáticas, plantas e animais iriam para novas distâncias ou seriam extintos, baseadas na temperatura como fator dominante para a distribuição das espécies. No entanto, segundo Greenberg, o estudo revela que outros fatores, como chuvas e umidade, podem ser mais importantes que a temperatura para definir o habitat das espécies.

Muitos países como EUA, Canadá, Rússia e a maior parte da Europa tiveram aumento de chuvas no século passado e o modelo climático global deve seguir esta tendência, segundo o autor.

Fonte: Extra – Globo

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*