Aquecimento: futuro da humanidade depende dos líderes mundiais

No primeiro discurso como nova chefe da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC), Christiana Figueres pediu mais ação dos governos para combater o aquecimento global. Ela participou da abertura da rodada de negociações de Bonn (Alemanha), que segue até quinta-feira, 5 de agosto.

Ao lembrar a viagem de Cristóvão Colombo à América, realizada há mais de cinco séculos atrás, Figueres alertou que o futuro da humanidade está em jogo e que “a decisão de sucumbir às tempestades das mudanças climáticas ou de se alcançar a costa” depende dos líderes mundiais.

A nova chefe do UNFCCC lembrou que o tempo não está do lado da comunidade internacional. Esta é a terceira rodada de negociações este ano e a penúltima antes da 16ª Conferência das Partes das Nações Unidas sobre o Clima (COP16), marcada para novembro, em Cancún (México).

Uma das ações indicadas por Christiana Figueres a ser tomada pelos governos diz respeito as promessas dos países industrializados de cortar as emissões de dióxido de carbono (CO2) até 2020. O encontro em Bonn reúne mais de 3 mil participantes incluindo 194 delegações de governo, representantes do setor privado e de grupos ambientais.
Fonte: Noticias – Terra

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*